0
0 ITEMS IN SHOPPING BAG
0
0 ITEMS IN SHOPPING BAG

Empreender na Maturidade

A velha máxima, “nunca é tarde”, também se aplica quando se fala em começar um novo negócio. Empreender não é somente para os jovens. A experiência, a bagagem e vivências que todos nós trazemos, pode ser um fator positivo para iniciar um novo negócio e empreender com sucesso.

A estabilidade que a maturidade traz, é um fator determinante para que o empreendimento não seja somente como uma forma de sobrevivência e sim para a realização pessoal de um sonho não realizado na juventude. O empreendimento também pode ser visto como um complemento de uma aposentadoria ou uma forma de se manter ativo com um cada vez mais longa expectativa de vida.

Como em qualquer negócio, a decisão de abrir uma empresa passa pela análise de vantagens de desvantagens além de um planejamento detalhado das oportunidades. Devido ao perfil desses empreendedores, os negócios mais favoráveis estão ligados ou relacionados às atividades de consultoria, assessoria e prestação de serviço.

Os fatores mais relevantes para empreender na maturidade é a tolerância ao risco e autonomia, diretamente ligados a capacidade de auto-avaliação relativo ao conhecimento adquirido durante os anos e própria capacidade de empreender. O capital humano acumulado ao longo da vida favorece a criação e o desenvolvimento de um negócio nos empreendedores maduros.

Outro fator determinante é a rede de contatos formais e informais adquiridos ao longo da vida. Vocês irão se surpreender como será prazeroso reativar essas redes de relacionamento mesmo após uma aposentadoria.

O mercado está aberto a maturidade, um exemplo é a crescente contratação de homens e mulheres maduros, com mais de 50 anos para comerciais de TV. Então, porque não entrar neste mercado crescente, preencher esta lacuna?

Use seu conhecimento para realizar antigos sonhos e criar.

 

Rosangela Freire Monte Santo

Texto original publicado  na South Florida BrazilUsa.

Comments

  1. Excelente , falou tudo !!! Nós mulheres mais maduras temos uma bagagem incrível que pode não só nos ser útil como empreendedoras mas também em agregar valor a outros , a moçada mais jovem . Muitas vezes o começo ou recomeço significa decisões nobres de investir os anos anteriores na família ou em outro projeto e isso só dignifica e engrandece a experiência rumo a novas empreitadas . Eu mesma fui uma mulher de negócios até os 35 anos quando decidi ficar em casa com os filhos enquanto o marido investia não carteira dele e como era na Alemanha e o marido viajava pela Europa e brasil em projetos de energia éolica precisei de fato ficar em casa integralmente sendo o apoio dos filhos em tudo . Foi uma experiência maravilhosa emocionalmente mas também intelectualmente quando usei o tempo para enriquecer os meus conhecimentos e investi na minha intelectualidade .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.